Você está aqui
Home > Famosos > Kevin Spacey transforma quadra principal do US Open em palco de teatro

Kevin Spacey transforma quadra principal do US Open em palco de teatro

Kevin Spacey apresentará monólogo sobre Clarence Darrow no estádio Arthur Ashe, quadra de tênis mais famosa de Nova Iorque

Quatro dias após ser o anfitrião do Tony Awards, o ator Kevin Spacey, que atualmente vive o pragmático político Frank Underwood na série House of Cards, na Netflix, vai se apresentar em um palco bem diferente do habitual. Ele será o advogado Clarence Darrow, no monólogo inspirado no famoso julgamento Tennessee contra John Thomas Scopes, um marco na história jurídica dos Estados Unidos.

O monólogo de Clarence Darrow foi a peça que Kevin Spacey escolheu para se despedir da diretoria artística do Old Vic, um dos teatros mais antigos de Londres, na Inglaterra, onde Spacey trabalhou durante 10 anos.

“No Old Vic, colocamos cadeiras em volta do palco. Onde eu encontraria um teatro assim nos EUA? Então, assistindo um show de abertura do US Open no estádio Arthur Ashe, ele estava diferente do normal, tinha uma banda, luzes acesas. Então eu pensei, o tempo todo acontecem coisas dramáticas nesta quadra”, disse Spacey, anunciando o espetáculo no Tonight Show com Jimmy Fallon.

As apresentações de Clarence Darrow com Kevin Spacey no Arthur Ashe Stadium acontecem nos dias 15 e 16 de junho. O estádio fica em Flushing Meadows, Nova Iorque. Os ingressos começam a ser vendidos dia 30 de abril, pelo site www.kevinspacey.com.

Apaixonado por tênis, Kevin Spacey vai apresentar peça de teatro sobre o advogado Clarence Darrow no Arthur Ashe Stadium, palco do US Open
Apaixonado por tênis, Kevin Spacey vai apresentar peça de teatro sobre o advogado Clarence Darrow no Arthur Ashe Stadium, palco do US Open

Quem é Clarence Darrow

Clarence Darrow (1856-1938) é considerado foi um dos melhores advogados americanos de todos os tempos. Um de seus casos mais famosos é a defesa de dois adolescentes, Leopold e Loeb, que assassinaram friamente um jovem de 14 anos. Foi o primeiro caso nos Estados Unidos a ser chamado de “O Julgamento do Século”. Darrow surpreendeu a justiça com sua estratégia de defesa. Todos esperavam que ele declarasse a insanidade mental de seus clientes, mas, quando Leopold e Loeb se declararam culpados, Darrow evitou o júri popular, que certamente condenaria os jovens à pena de morte. Assim, o advogado montou o caso de seus clientes em frente a apenas uma pessoa, o juiz do Condado de Cook, John R. Caverly. O caso se tornou um espetáculo jamais visto na imprensa na época.

Este caso inspirou peças de teatro e Alfred Hitchcock foi o primeiro a levar a história para o cinema, no filme Festim Diabólico (Rope, 1948). O filme surpreende por se passar em tempo real e editado de forma fabulosa para a época, parecendo ser uma tomada contínua.

Em 1959, mais um filme foi inspirado na história, agora focando no julgamento. Estranha Compulsão (Compulsion), apresenta o ator Orson Welles interpretando Clarence Darrow. As 12 horas de discurso de Darrow no caso Leopold e Loeb foram reduzidas para o filme, porém, interpretadas de forma magnífica por Welles.

Em 1974, Henry Fonda gravou o monólogo sobre o Julgamento de Scopes para a NBC, “IBM Presents Clarence Darrow”, exibido na TV em 4 de setembro. John Scopes era um professor do Ensino Médio, que foi acusado de ensinar o evolucionismo, com idéias inspiradas no livro de Charles Darwin – A Origem das Espécies, o que era ilegal de acordo com a lei educadional do Tenessee na época, que dizia “o ensino de qualquer teoria que negue a história da criação divina do homem como é explicado na Bíblia e substitui pelo ensino de que o homem descende de uma ordem de animais inferiores”. Henry Fonda foi indicado ao Emmy e ao prêmio Tony por essa produção, já que foi gravada na Broadway, onde Spacey assistiu pela primeira vez a peça.

Em 1991, Kevin Spacey interpretou Clarence Darrow em um filme para a TV. Em Darrow, a história começa em 1894, quando ele desiste de seu trabalho como advogado de uma ferrovia para representar os participantes da greve Pullman. A reputação do “homem do povo” de Darrow cresce a proporções míticas ao longo dos próximos trinta anos.

 

Deixe uma resposta

Top
%d blogueiros gostam disto: